Primeiros socorros garantem poucas seqüelas


Um rápido auxílio a acidentes ou situações de risco pode garantir poucas seqüelas às vítimas. Mas os primeiros socorros não devem ser aplicados só em situações graves.Pequenos acidentes, como picadas de abelha, também exigem medidas para diminuir os riscos de uma complicação.Por isso a revista ANA MARIA reuniu dicas de como lidar com vários tipos de acidentes. Veja alguns.Ataque epiléticoTente deitar a pessoa de lado para evitar sufocamento. Afrouxe fivelas, botões e tudo o mais que possa apertar. Também é importante retirar os objetos que estiverem próximos à pessoa, para que ela não se machuque ao se debater.Nada de enfiar a mão na boca da pessoa para tentar segurar a língua dela. Como a vítima perde o controle, você pode levar uma mordida e perder seu dedo. Não jogue água nem dê tapas na cara da vítima. Se a crise durar mais de cinco minutos, chame o resgate.Picada de abelhaRetire o ferrão com cuidado. Se não conseguir tirá-lo com facilidade, não mexa nem fique cutucando. Faça uma compressa gelada para diminuir a dor. O incômodo dura cerca de 30 minutos. Se houver reação alérgica, a vítima deve ser levada ao hospital. Picada na boca é caso de emergência, porque o inchaço pode obstruir a garganta.Cortes com sangramentoSe o ferimento for nas pernas ou nos braços, deite a vítima e mantenha o membro machucado acima ou na linha do coração. Comprima o sangramento com uma gaze ou um pano limpo. Se o sangramento não estancar com a compressão, o melhor é procurar um pronto-socorro.A revista explica ainda como tratar mordida de cachorro e queda de crianças.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...