Funcionário que fumar no Hospital das Clínicas, em SP, pode ser suspenso

Funcionários do HC (Hospital das Clínicas), em São Paulo, que forem surpreendidos fumando podem ser suspensos a partir desta segunda-feira (3). O Instituto Central do HC estendeu a proibição do fumo para áreas que funcionavam como 'fumódromos' do Pronto-Socorro, do Prédio dos Ambulatórios e das unidades de internação, como jardins, pátios abertos e corredores. Os que desejarem fumar - sejam funcionários, visitantes ou pacientes - só poderão fazê-lo na calçada.
De acordo com a assessoria do HC, o pessoal dos setores de segurança e higiene e limpeza foram treinados para fazer a abordagem dos que estiverem infringindo a norma. Bitucas também servirão como indicadores da conduta irregular.No caso dos funcionários, os infratores receberão primeiro uma advertência verbal. Na reincidência, uma advertência por escrito. Se houver persistência, o funcionário pode ser suspenso. Nem mesmo os pacientes dependentes do tabaco poderão continuar a acender cigarros nas dependências do hospital. Estes receberão, no momento da internação, um adesivo cinza na ficha, que indica à equipe médica que o paciente deverá ter seu grau de dependência avaliado. Se necessário, ele poderá ser submetido à terapia de substituição da nicotina, feita com a aplicação de adesivos sobre a pele.Quanto aos visitantes, serão advertidos verbalmente sobre a proibição. Em caso de insistência, poderão receber multa. De acordo com a assessoria de imprensa, o HC está se adequando à lei estadual 13.016, de 19 de maio de 2008, que proíbe o fumo em prédios públicos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...